Adiós, Fraldas!

Posted by in Dicas

A gente até tenta procrastinar, mas chega uma hora que não dá. Chega uma hora que nossos bebês precisam deixar as fraldas, e digo isso de maneira literal. DESFRALDAR as quiança tudo.

Confesso que me bateu aquela preguiça, me bateu aquela vontade de deixar para depois. Mas aproveitei que Serena estaria de férias da escola, e que poderia me dedicar integralmente à árdua tarefa de limpar xixi e coco por longos e intermináveis dias.

Primeiro passo: calcinhas. Rodei BH em busca de calcinhas baratinhas mas bonitinhas. Comprei umas quantas.

Segundo passo: explicar para a pequena que os dias de fraldinha terminaram ali. Sentei e expliquei para ela que agora ela usaria o penico como os primos. (não sei se ela entendeu, mas eu sempre explico tudo para ela.)

Terceiro passo: tirar a fralda de vez. (Pedi ajuda a uma amiga querida que me passou as dicas, e falou: tira de vez, e pronto!)

E assim foi, desde o primeiro dia eu tirei a fralda e só coloquei de novo na hora de dormir. Vamos sair? Vai de calcinha, e levava três mudas de roupa, calcinhas e uma toalha ( para forrar bancos de Uber, carro, táxis, secar eventuais mijadinhas em locais impróprios, ou seja, TODOS). E eu vos digo, pessoas…os primeiros dias foram o caos. Era xixi no colo, no meio de shopping, em restaurante…parecia que ela não estava entendendo nada. Eram banhos de xixi no meio da rua, eu nem ligava…só ficava fedida e saia do local rapidamente, depois de limpar, claro!

Eu vivi para limpar xixi. Mas não xingava, só explicava: Olha, filha, da próxima vez vamos fazer xixi levado no banheiro igual menina grande.

Mas no final do quinto dia, ela começou a usar o penico. E como mágica, ela começou a pegar o jeito. Em 15 dias ela já estava desfraldada.

Meu conselho é: Não desista. Não xingue e espere que a criança esteja pronta.

E foi assim, sem traumas que Serena deixou a fralda durante o dia 🙂