Mi Serena

Me manda um Whatsapp? Não.

Posted by in casos, Desabafo

Não me levem a mal, eu sou uma pessoa legal, engraçada, dizem alguns que sou até leve. Mas eu não aguento telefone. E estou pegando um leve ódio do Whatsapp, ou melhor dos grupos de Whatsapp. (cri cri cri) Coisas que vocês precisam saber sobre mim: Odeio telefone, tentar me ligar pode ser estressante, pois eu nunca consigo atender. Eu tenho o péssimo hábito de responder mentalmente e acreditar que respondi de fato à pergunta. Eu leio mensagens no Facebook, fico de responder mais tarde, mas este momento NUNCA chega, pois…read more

Dezembro

Posted by in casos

É chegado dezembro, mês festivo, todo mundo comprando, todo mundo feliz, aquela sensação de fraternidade, aquele sorriso – forçadinho- no rosto, que eu odeio. Fiquei um tempo sem postar nada, na verdade não foi por falta de tempo, nem por falta de assunto, foi pura falta de vontade. Volta e meia eu me pego numa situação onde eu não tenho vontade de muita coisa, com uma sensação de não pertencimento, e é nessas horas que os olhos ficam ardendo e parece que as lágrimas vão brotar. Entendam, não é um…read more

Pedra preciosa.

Posted by in casos, Desabafo

Há uma lenda, dessas cheias de lições de moral, que fala sobre um homem que ficava carregando um saco de pedras e reclamando da vida. Que a vida dele era foda, pesada, ficar carregando aquele saco cheio de pedras, credo! Deve ser foda mesmo. Sei que uma parte do conto fala o seguinte: Assim são as pessoas: jogam fora seus preciosos tesouros por estarem esperando o que acreditam ser perfeito ou sonhando e desejando o que não têm, sem valorizar o que tem perto delas. Pois bem, como alguns sabem eu…read more

Filhote com patas <3

Posted by in casos, Dicas

Não bastando uma filha pequena e muito bagunceira, eis que agora temos um novo membro neste velho apartamento do baixo centro belorizontino <3 Ludovico, ou melhor, Ludo. Um lindo (e bagunceiro) filhote de Lhasa Apso, que nos foi presenteado pela madrinha da Serena.  Obrigada, dinda! Eu e maridón sempre namoramos a ideia de termos um cão. Só que a ideia de cuidar de um animal, um bebê e uma casa sempre foi um pouco assustadora, ainda mais vivendo em um apartamento. Mas o destino quis que a cachorrinha dos meus tios…read more

Macambúzia e Sorumbática

Posted by in casos, Desabafo

No domingo recebi a visita dos meu pai e dos meus sobrinhos. Na manhã seguinte minha mãe me ligou e me perguntou se algo acontecia, pois meu pai havia me achado um pouco triste. Realmente, na semana passada minhas pálpebras tremeram por alguns dias, estive um pouco mais silente, sinal de que algo não estava bem. Não se trata de um problema concreto. É apenas aquela sensação de pessimismo. Alguém percebeu que o clima no Brasil é de pessimismo? Parece uma bomba prestes a explodir. Culpa da crise econômica e…read more

Quando foi que nos tornamos chatos?

Posted by in casos

PRECISO IR EMBORA DE FORA DE MIM. Essa frase estava em um muro de BH. E foi nela que pensei durante algumas horas do meu dia. Foi dai que surgiu a minha dúvida: Quando foi que me tornei uma chata?! Não que eu seja uma chata convicta, dessas que se assumem chatas e implicantes. Mas quando olho para trás, eu me lembro daquela pessoa cheia de vida, planos, sonhos e energia inesgotável. Fazia faculdade lá nos cafundós de BH, estágio em outro lado da cidade, namorava o marido em outro…read more

15 meses e meu banzo.

Posted by in casos, sono, Uncategorized

Amorzinho, Há alguns dias a mamãe acorda com banzo. Sabe o que é banzo,pequena? Banzo é uma sensação de saudades, uma melancolia. Acho que sinto falta do que não vivi, ou do que vivi de forma morna. (Ser morna tem seus perigos, pipi amada) Ontem você completou 15 meses de vida extra-uterina (Eu acredito que sua vida pregressa seja muito mais longa), papai te levou para a escola, e eu te peguei na saída, como sempre. Da escolinha fomos te vacinar. Engraçado isso,né? Você completa meses, e ganha de presente…read more

Até que a morte os separe?

Posted by in casos, Dificuldades

Ou seria “Até que a chegada do bebê os separe?” Calma, gente! Não, não estou me separando nem nada do estilo. Mas conversando com algumas amigas, que também são mães, uma coisa ficou clara: a chegada do bebê dá uma bela sacudida no relacionamento! Ô se dá! É a falta de sono, o choro fino e sem hora do bebê, é a rotina que já não existe, é o casal que se tornou um trio. Aqui na minha casa, o marido foi essencial nas primeiras semanas, ele me ajudou a…read more

Um pai.

Posted by in casos

Dia dos Pais chegando, e tal qual o Dia das Mães, eu considero uma comemoração desnecessária (apesar de gostar de ganhar presentes,ok?), e assim a considero porque para mim, dia de pai e mãe é todo dia, toda hora! Da hora que acorda ate a hora que se adormece, o papel de pai e mãe não acaba. E vai ser assim até o fim. Então acho que pai e mãe devem ser celebrados todos os dias. Um carinho não custa nada, bom…às vezes custa sim, mas temos que tentar. Aqui…read more

Preconceito nosso de cada dia.

Posted by in casos, Desabafo

Creio que todos sabem o que aconteceu com a “moça do tempo” do Jornal Nacional. Maria Julia Coutinho, a Maju,  sofreu as mais horrendas ofensas na internet pelo simples fato de ser negra. Confesso que fiquei triste, mas não surpresa. Eu sei que o racismo existe, o racismo é real, e aqueles que tentam dizer o contrário estão bem por fora da realidade mundial. Não, o racismo e o preconceito não são institutos nacionais, o mundo se mostra cada vez mais intolerante. Dia desses eu fui à uma loja de artigos…read more