Mi Serena

Sinal de fumaça.

Posted by in casos, Uncategorized

Sumi,né? Sumi sim. Tô bem? Tô bem sim. A família tá joia? Tá joia. 😉 Pois é, faz um tempo que percebi que as redes sociais me deixavam estressada, angustiada e com muita ansiedade. Dai eu decidi que já era hora de cortar um pouco desse vício, ou seria fuga? Sei lá, só sei que abandonei o Facebook e o Instagram. Parte dessa “decisão” foi tomada após a leitura de uma newsletter da Aline Valek (Acho que já comentei que AMO as newsletters e os textos dela), segue um trechinho…read more

Nossa festinha!

Posted by in Dicas, Uncategorized

Receita para uma festinha caseira: Escolha o tema. No caso, deixe a criança escolhe-lo. Serena pediu pela Branca de Neve, a mamãe queria Piratas… Faça uma lista enxuta, no nosso caso, uma lista seca: Avós, padrinhos, madrinhas e amigos com filhos pequenos. (Sim, isso deixou muita MUITA gente que amo de fora, peço perdão àqueles que se sentiram excluídos, eu prometo que irei marcar um encontrinho com todos, nem que seja um cafezinho para atualizar a conversa. :)). Pesquise referências no Pinterest. Você pode usar minha a minha galeria de…read more

Por que? Por que? Por que?

Posted by in Uncategorized

Então chegamos àquela fase, Serena. Você me pergunta o porquê das coisas, o porquê de t.u.d.o. Por que o céu é azul. Por que você é menina. Por que isso. Por que aquilo. Eu vou tentando responder tudo com calma, e de um jeito que você entenda. Ontem numa das suas perguntanças, você me deixou sem resposta. E olha que eu me preparei para eventuais perguntas “constrangedoras”, mas para essas eu confesso que não. Você me perguntou, no alto dos seus quase 3 anos: Por que o moço mora na…read more

Camila vê, Camila lê.

Posted by in Dicas, Uncategorized

No ano passado todas as minhas leituras, literalmente todas, foram pesadas. Li um monte de livros sobre crimes famoso, julgamentos, serial killers, tudo bem mórbido, bem sinistro. Quase todas as séries as quais assisti também eram relacionadas a crimes. Este ano eu quis variar e ler coisas leves, assistir a séries igualmente despretensiosas. Vamos lá, esse ano de 2017 eu já li: 1. Harry Potter e a Câmara Secreta – J.K. Rowling 2. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban – J.K. Rowling 3. Harry Potter e o Cálice de…read more

Volta às aulas!

Posted by in Uncategorized

Eis que fevereiro chegou (Faz dias já, mas releva), e Serena voltou às aulas. Glória, hosana nas alturas, senhor na cruz, obrigada pela existência das Umeis, saravá, axé! O mês de fevereiro foi pautado por adaptações, na primeira semana de aulas, houve a adaptação ao próprio horário, à rotina, e a tudo que a escola significa para Serena. Como funciona a adaptação nas Umeis? Cada uma tem seu próprio sistema, na Umei que a Serena frequenta foram dois dias de adaptação, sendo duas horas pela manhã e duas pela tarde, lembrando…read more

Olá!

Posted by in casos, Uncategorized

Parece que faz anos, talvez faça. Ou talvez não, sei lá…a percepção do tempo pode variar de pessoa para pessoa, mesmo que o mundo e os relógios digam o contrário. “O relógio faz da vida uma peleja, Tem de pulso, de parede até na igreja. Mede as horas e por isso é tão estranho, Se toda hora tem sempre o mesmo tamanho.” Érika Machado – Relógio Mas digamos que eu deixei esse espaço largado por um bom tempo. Razões? Nenhuma. Tempo? Tinha tempo sim. Vontade? Tinha vontade sim. Mas faltou…read more

Meus queridos fios brancos.

Posted by in Desabafo, Uncategorized

Não, este não é um post feminista, nem empoderador. É somente um post desabafo. Desabafo de alguém que com 32 anos de vida já possui uma infinidade de cabelos brancos na cabeça, em meio a uma juba negra. Desabafo de alguém que já cansou de ficar constrangida quando alguém a manda pintar o cabelo, pois “estes fios brancos estão aparecendo demais“, ou de responder que não é desleixo, é vontade. Simples assim: VONTADE de deixar os seus cabelos sem química. PONTO. Eu decidi fazer uma transição capilar, ou seja, no…read more

15 meses e meu banzo.

Posted by in casos, sono, Uncategorized

Amorzinho, Há alguns dias a mamãe acorda com banzo. Sabe o que é banzo,pequena? Banzo é uma sensação de saudades, uma melancolia. Acho que sinto falta do que não vivi, ou do que vivi de forma morna. (Ser morna tem seus perigos, pipi amada) Ontem você completou 15 meses de vida extra-uterina (Eu acredito que sua vida pregressa seja muito mais longa), papai te levou para a escola, e eu te peguei na saída, como sempre. Da escolinha fomos te vacinar. Engraçado isso,né? Você completa meses, e ganha de presente…read more

Mais de um tipo de mãe.

Posted by in Uncategorized

Neste dia das mães eu desejo todo um universo de maravilhas para aquela mãe que teve parto normal, parto natural, cesárea, ou que teve o filho no coração. Para aquela que amamentou, complementou ou só deu mamadeira. Para aquela que infelizmente já não tem seu filho, para aquela que está tentando tê-lo, e para aquela que o tem no ventre. Para aquela mãe que é pai, e para aquele pai que é mãe. Para todo aquele que faz o papel de mãe: a avó que cuida do neto, o irmão…read more

Cinematerna e Seriados para espantar o tédio.

Posted by in Dicas, Uncategorized

Quem é mãe recente, e está encarando o puerpério, sabe como é complicada a tarefa de cuidar do bebê e ter que ficar em casa em tempo quase integral. Eu já comentei, e não me envergonho de dizer que passei por uma crise fortíssima de tristeza após o nascimento da minha pequena, e o fato de ficar em função dela 100% do tempo só agravava a situação. E a vontade de sair e fazer coisas normais? Resgatar um pouco da nossa auto-estima? Foi pensando nestas pobres criaturas, as mães, que…read more