Dezembro

Posted by in casos

É chegado dezembro, mês festivo, todo mundo comprando, todo mundo feliz, aquela sensação de fraternidade, aquele sorriso – forçadinho- no rosto, que eu odeio.

Fiquei um tempo sem postar nada, na verdade não foi por falta de tempo, nem por falta de assunto, foi pura falta de vontade.

Volta e meia eu me pego numa situação onde eu não tenho vontade de muita coisa, com uma sensação de não pertencimento, e é nessas horas que os olhos ficam ardendo e parece que as lágrimas vão brotar. Entendam, não é um motivo concreto, é assim e ponto.

Dai eu me afasto das redes sociais (aka Facebook), pois sei que algumas coisas que vejo, mesmo sabendo-as falsas, vão me afetar. Eu SEI que todo mundo tem problemas, mas algumas pessoas conseguem superá-los muito mais facilmente que eu, ou ao menos, elas conseguem disfarçar. Como eu não sou expertise na arte do disfarce, eu me recolho.

Claro que nem tudo é ruim, povo. Marido tá bem, Serena tá ótima, Ludovico tá bonitinho, a saúde tá em ordem. Mas a gente precisa mais que isso, a gente precisa mais que o trivial, e é neste ponto que eu me perco.

Até eu me encontrar, eu prometo que vou tentar ser um pouco mais presente no bloguildo, ok?