Macambúzia e Sorumbática

Posted by in casos, Desabafo

No domingo recebi a visita dos meu pai e dos meus sobrinhos. Na manhã seguinte minha mãe me ligou e me perguntou se algo acontecia, pois meu pai havia me achado um pouco triste.

Realmente, na semana passada minhas pálpebras tremeram por alguns dias, estive um pouco mais silente, sinal de que algo não estava bem.

Não se trata de um problema concreto. É apenas aquela sensação de pessimismo. Alguém percebeu que o clima no Brasil é de pessimismo? Parece uma bomba prestes a explodir. Culpa da crise econômica e política? Talvez.

Mas para ser sincera, a atitude das pessoas, em relação ao estado atual das coisas, tem me deixado bastante para baixo. Eu sinto que há aqueles que querem o melhor para todos, mas há uma grande maioria que quer mesmo é ver a coisa desandar de vez. Para provar um ponto de vista? Não importa.

Gente que nunca fala nada bom, é um ciclo vicioso. São comentaristas de portais de carne e osso! Todo mundo tentando espalhar a sua agrura.

Soltam opiniões rasas e se contentam com suas próprias miudezas. Ninguém sai da comodidade do seu sofá e se coloca na pele do outro. Não percebem seus próprios privilégios e desejam tirar do outro o pouco de alegria que ele possa ter.

Eu me lembro de ter passado por várias crises econômicas junto com meus pais e irmãos, e também com meu marido.

Lembro do meu pai negociando mensalidades de escola, de trocarmos a Coca-Cola pelo Del Rey, lembro dos meus irmãos saindo do colégio particular. Mas em nenhum momento meu pai teve essa atitude de ódio que vejo hoje nas pessoas.

Eu peguei a crise INTEIRA da Espanha, eu e marido chegamos a Barcelona em 2008 e ficamos até finais de 2011, ou seja, a crise nos apanhou em cheio. Eu me lembro dos espanhóis bravos, mas não me lembro de ninguém querendo a morte do Rei Juan Carlos. (Se bem que era a Catalunya, então provavelmente eles quisessem a cabeça real em um espeto)

Dia desses, em um fórum de maternidade eu li de uma mãe: Gostaria de uma AR15 para matar a presidente. E tinha gente que concordava com tal afirmação.

Conforme podem perceber O PROBLEMA DAS CRIANÇAS ATUAIS É O AÇÚCAR, É O EXCESSO DE FARINHA BRANCA E ALFABETIZAÇÃO PRECOCE. ¬¬

Eu não comentei, como aliás nunca comento esse tipo de comentário…ando preferindo ter paz a ter razão.

Independente de crise, eu quero voltar a ter prazer em conversar com as pessoas,sabe? Quero voltar a ver coisas boas, quero otimismo, quero felicidade.

Felicidade para mim, para vocês e para todos nós.