Mais de um tipo de mãe.

Posted by in Uncategorized

Neste dia das mães eu desejo todo um universo de maravilhas para aquela mãe que teve parto normal, parto natural, cesárea, ou que teve o filho no coração.

Para aquela que amamentou, complementou ou só deu mamadeira.

Para aquela que infelizmente já não tem seu filho, para aquela que está tentando tê-lo, e para aquela que o tem no ventre.

Para aquela mãe que é pai, e para aquele pai que é mãe.

Para todo aquele que faz o papel de mãe: a avó que cuida do neto, o irmão que cuida da irmã, o filho que cuida dos pais.

Para aquelas que trabalham fora, ou as que ficam em casa com o filho.

Para as que só dão comida orgânica, e aquelas que não tem medo do açúcar.

O importante não é parir, amamentar ou gestar. O importante é sempre exercer o significado da palavra mãe. É o cuidado com o outro, sem pedir nada em troca. É o amor desenfreado que arrebata o coração.

Desejo muito amor, afeto e descanso àquelas (es) que cuidam de outrem, que sabem o verdadeiro significado da maternidade.

Feliz dia das mães.