Olá!

Posted by in casos, Uncategorized

Parece que faz anos, talvez faça. Ou talvez não, sei lá…a percepção do tempo pode variar de pessoa para pessoa, mesmo que o mundo e os relógios digam o contrário.

“O relógio faz da vida uma peleja,

Tem de pulso, de parede até na igreja.

Mede as horas e por isso é tão estranho,

Se toda hora tem sempre o mesmo tamanho.”

Érika Machado – Relógio

Mas digamos que eu deixei esse espaço largado por um bom tempo. Razões? Nenhuma. Tempo? Tinha tempo sim. Vontade? Tinha vontade sim. Mas faltou aquela mola propulsora, aquele foco que eu não tenho. Enfim, vamos focar no hoje? VAMOS!

Desde a última vez que escrevi, mil coisas aconteceram, talvez não sejam mil mas foram muitas, muitas mudanças significativas.

Mudamos do nosso apartamento no baixo centro de BH, para uma rua arborizada, um prédio cheio de cães e gente que nos abraça e nos deseja bom dia. <3 Temos uma casa com cara de lar, plantas, luz natural e até um balcão.

Serena começou a andar. Sim, sim sim! Na quinta-feira da Semana Santa ela deu os primeiros passos, e hoje é uma criança ativa, fujona, que anda, ensaia corridas e saltos. O resultado disso são pais mais cansados, e uma criança que vive suja de terra, com joelhos arranhados e galos na testa.

Nossa pequena também começou a falar muito, muito, muito. Geminiana que é, ela fala pelos cotovelos, inventa palavras, conversa com o Olaf, Ludo, Barbie e Frozen. Fala um portugês meio espanholado, uma coisa meio Serena.

A menina também deu para curtir Frozen de maneira absurda (Olha lá o cuspe caindo na minha testa), eu até tentei evitar, mas não tem jeito…ao longo da sua vida acadêmica, Serena se apaixonou pelo Olaf e pela Lerigou. OMG!

É interessante contabilizar os cuspes caindo na minha testa,sabe? Porque tudo que eu dizia que não aconteceria, ó ó..aconteceu. xD

Mas fiquem tranquilos que eu não tenho vergonha de admitir, tá? Vou até anotar num livrinho que é para não me esquecer de contar aqui.

No mais, o mundo continua a girar e as quiança vão crescendo.

Até Breve. Ou Não.