Reeducação alimentar: Dicas de como começar.

Posted by in Dicas, dieta, fit

Volta e meia alguém me pergunta o que eu fiz para emagrecer. Eu respondo que estou em processo de reeducação alimentar supervisionado por uma nutricionista.

E volta e meia alguém me pede a minha “receita”. Pois bem, hoje vou dar minha “receita”. Calma, calma, não vou dar meu cardápio, mas vou explicar o que eu fiz para ter sucesso no meu próprio caminho de emagrecimento. (Claro que o funciona para mim, pode não funcionar para você,ok?!)

1. Decida-se! 

Sim, o primeiro passo é decidir que você quer emagrecer. Sim, gente. É você quem deve decidir começar uma reeducação alimentar, não é sua mãe, seu pai, seu namorado, sua amiga, sua colega de trabalho.

Decida-se com base no que você sente, em como você se sente. Nunca se baseie no outro, no que você viu, no que a sociedade acha de você.

Tá gorda? Tá feliz assim? Ok. Você  manda no seu corpo.

2. Procure ajuda PROFISSIONAL!

Procure um nutricionista. Faz toda diferença. Sério! Ele vai saber suas necessidades e te passará um programa individual.

Dietas da lua, da água, da sopa, da proteína não vão te ajudar em nada.  Esqueça aquilo que você leu ou viu no Facebook, Instagram, Snapchat.

Alias, dieta é para fazer, não é para mostrar nas redes sociais,viu?

Tenha em mente que aquela “musa fit”  tem uma realidade bem diferente da sua.

3. Não se sabote!

De nada adianta fazer a dieta de forma regrada durante o dias uteis e se jogar no álcool e petiscos durante o final de semana.

Sim, a dieta deve ser seguida sempre. Isso não significa que escorregadas não sejam permitidas, mas escorregou no almoço de sábado? Não dê o dia por perdido, continue a dieta na próxima refeição.

4. Não é porque você malha que deve se descuidar da alimentação. 

Tem gente que acha que uma aula de spinning é cartão verde para aquele bowl cheio de brigadeiro.

Pelo que eu vejo, a alimentação é muito mais impactante no emagrecimento que o exercício físico. Claro que o combo exercício + dieta é muito mais eficaz. Mas só exercício não vai adiantar muito.

5. Programe-se.

Não é porque você está de dieta que vai deixar de sair, comer fora, etc. Basta se programar, não falo de marmita (eu não marmito, por exemplo).

Mas se sei que vou sair com amigos para jantar, eu tento saber qual o menu do local, se não puder comer salada, eu vou sempre escolher a opção menos nociva para a dieta.

Se tenho que levar a Serena para alguma atividade, e sei que vou passar horas fora, levo comigo alguma fruta, castanhas.

Compre frutas e verduras da época, faça lista de compras.

6. Faça controle de peso.

Eu me peso de 15 em 15 dias, e consigo perceber o que estou fazendo de errado ou certo com este controle.

Acho que depois do inicio da dieta, eu consigo ter uma melhor consciência corporal. Sei por exemplo que se saio da minha rotina, pulo refeições, por exemplo, meu emagrecimento fica prejudicado.

7. Movimente-se.

Não há a menor necessidade de se inscrever naquela academia incrível e que custa meio salario minimo. Você pode incluir exercícios na sua vida de forma simples, deixe o carro na garagem, vá à padaria a pé.

Eu já caminhei em volta do meu quarteirão, por exemplo. Dei 10 voltas, e pronto.

Pensar que exercício físico só dá certo em academia é besteira e auto-sabotagem. Desde que comecei a dieta, eu NUNCA pisei em uma academia.

8. Conheça-se. 

Consciência corporal. Saber qual atividade física te satisfaz, qual alimento te faz bem, quais seus objetivos e quais suas falhas sempre vão te ajudar.

9. Não desanime.

Perdeu pouco peso? Tudo bem, o importante é não desanimar! Pergunte a seu nutricionista o que você pode estar fazendo de errado.

10. Saiba que é um processo longo.

Não é um dia, nem uma semana de dieta que vai te emagrecer. Reeducação alimentar leva meses, é um processo longo, mas uma hora os resultados aparecem!

Nem se incomode em começar uma dieta se você acha que tudo vai mudar da noite para o dia. Coloque na cabeça que é um processo!

11. Não se transforme num pedante.

Começou a dieta, tá animado? Uhuuu!

Mas ó..ninguém é obrigado a seguir seus passos, você não é melhor que ninguém por estar emagrecendo. A dieta é SUA, você não precisa doutrinar ninguém.

Nada mais chato que ex-gordo e ex-fumante que fica cagando regra na vida alheia.

Ser gordofóbico é bem pior que ser gordo,ok?

🙂